Artista consagrada e representante do papel Washi no Brasil

Cecília Suzuki conseguiu no seu trabalho, tal qual num mandala oriental, a coexistência harmoniosa da arte e da ciência. Até chegar a esse ponto, uma vida de esforço, labuta e inspiração se encaminhou para trazer à contemplação dos homens a beleza misteriosa que subjaz nos seus próprios olhos. Beleza que esta artista muito especial desvenda, cria e recria a partir de uma poética muito própria. Os olhos de Cecília Suzuki fazem sentir, imaginar, sonhar e visualizar.

Fantasia quase real para os oftalmologistas, sua arte nada copia ou retrata, mas recria e reinterpreta magicamente nossa realidade biológica e mítica. Olhos, cidades, córneas, palácios e retinas criam vida própria e chegam a nós representados de forma transdimensional, realçados na beleza e função, beirando o Surreal.

Cecília Suzuki produz uma obra que sensibiliza e agrada o grande público. Aos iniciados em morfologia, fisiologia e patologia ocular, também impressiona e marca pela fidelidade morfológica das células, tecidos e órgãos, dispostos e reorganizados de forma fantástica.

Casada com um dos maiores oftalmologistas do Brasil e mãe de oftalmologistas, Cecília sempre teve um convívio intenso com especialistas da área. Ao longo dos anos, graças à sua admirável criatividade, adquiriu a capacidade de conjugar a difícil temática da ciência biológica com a linguagem da arte, transformando o interior negro dos olhos em imagens metafísicas, quase surrealistas.

O grande talento desta artista madura e original faz que suas obras estejam presentes nas mais importantes universidades e instituições médicas de todo o mundo.

Cecília também é a responsável pela importação e continuidade da cultura do sagrado papel Japonês Washi no Brasil, com o impressionante e raro acervo disponível em sua loja e ateliê World Paper, localizado em São Paulo/SP.

Sumário - Curriculum



Conheça aqui o website com a obra completa!